Como ajudar outras pessoas com alimentos

 
19 de julho é a data que soleniza o Dia da Caridade. Muitos reclamam que, com o tempo, o mundo se tornou um local cruel e sem empatia. Entretanto, existem diversos movimentos que procuram mudar essa realidade, e a criação do Dia da Caridade, por exemplo, surge diante disso e para dar maior notoriedade a pequenos atos de bondade que podem mudar a nossa realidade.
 

O ato da caridade


 
A data comemorativa, abre um diálogo na sociedade em torno do assunto, além de provocar algumas mudanças positivas. O dia é necessário para entender as razões humanitárias em torno da caridade e não só por atos isolados e individuais, como dar esmola ou socorrer um necessitado. Ajudar o próximo é importante, mas o pensamento que ronda essa ação também deve estar alinhado com o princípio da caridade: verdade. Por isso, faça uma boa ação, principalmente, sem esperar nada em troca!
 
Por fim, devemos celebrar e enaltecer esse ato de solidariedade e o sentimento de altruísmo entre os brasileiros. Um dos principais lemas não só das religiões, mas das boas práticas de convívio social por exemplo, é estimular a caridade “amando e ajudando ao próximo”. Então vamos começar?
 

Mas quando devo fazer caridade?

Não é porque a ação ganhou um data comemorativa, que significa que a caridade só deva ser praticada todo dia 19 de julho. A boa ação é algo que deve ser praticado todos os dias, até que vire um ato natural, ou seja, que o espírito da empatia faça parte de você.
 
A Dois Cunhados preza muito por um bom convívio e respeito entre as pessoas, inclusive entre empresas e pessoas. Por isso, sempre realizamos doações de alimentos para ajudar algumas instituições. E fazemos isso não apenas pelo ato da caridade em si, mas para ter a privilégio de proporcionar a felicidade e o bem-estar de alguém. Pois, às vezes, é a sua boa ação que pode transformar e melhorar o dia ruim de uma pessoa. Já parou para pensar nisso?
 
 

 

Como posso ajudar com alimentos?

A partir do momento que você se dispõe a ajudar e se presta a fazer uma boa ação, você já está repleto de empatia e boas intenções (e isso é ótimo, tá? ❤️). Agora, o próximo passo é: quem eu posso ajudar?
 
Na realidade, você pode ajudar quem você quiser e como quiser. Mas vamos te dar algumas dicas de como auxiliar quem precisa de alimentos, por exemplo. Então confira:
 
1 – Se você é uma pessoa que gosta de cozinhar, você pode fazer bastante comida e criar algumas marmitas em embalagens descartáveis. Assim, você pode doar seus alimentos para moradores de rua. O inverno, como é uma estação muito fria, é um período muito mais crítico para quem mora nas ruas. Portanto, uma comida quentinha, como uma sopa por exemplo, pode aquecer os moradores de rua e aquecer o seu coração por fazer uma boa ação.
 
2 – Agora se você não tem muito tempo para cozinhar ou prefere uma maneira mais prática de ajudar, você pode buscar por ONGs e Instituições que aceitem doações de alimentos. Algumas escolas também incentivam os alunos em recolher alimentos não perecíveis para consequentemente serem feitas as doações. Tente consultar na internet ou com conhecidos pontos de referência, como: asilos, abrigo para moradores de rua, santuários de animais etc!
 
3 – Algumas Instituições e ONGs também aceitam a opção de fazer uma doação online. Assim você sente o prazer de estar ajudando e fazendo sua parte, mesmo que seja na comodidade da sua casa. Perfeito para pessoas que querem ajudar, mas que têm a vida corrida.
 
Maneiras para ajudar não faltam. Basta apenas a sua vontade e atitude para dar o primeiro passo. Que tal?
 

#FaçaUmaCaridade

 
 


 

Fonte: Mensagens Com Amor

Deseja acompanhar nossas publicações?
Deixe seu nome e email.